{ Evangeliza=?ISO-8859-1?Q?=E7=E3?=o Pessoal } Esforça-te e Tem Bom Ânimo

quarta-feira, 31 de março de 2010 comente
 

 

 

Deus disse estas palavras para o grande Josué, pois provavelmente Josué estava vivendo um dos momentos mais difíceis de sua vida.

 

Ele viveu a maior parte da sua vida ao lado de Moisés, quando DEUS

mandou Moisés ir ao Egito para retirar o seu povo de lá, livrá-lo daquela escravidão que durava pouco mais de quatro séculos. Josué era ainda muito jovem e viveu dezenas de anos ao lado daquele homem manso, amoroso, paciente chamado Moisés. Ele estava acostumado a recorrer ao seu líder sempre que encontrava algum problema mais sério.

 

Mas agora conforme diz a palavra de DEUS: “Moisés, meu servo, é morto;

levanta-te, pois, agora, passa este Jordão, tu e todo este povo, à terra que eu

dou aos filhos de Israel”. (Josué 01:02).

 

Eu particularmente consigo imaginar o que se passava pela cabeça de Josué, ele tinha que conduzir aquela massa humana até a terra prometida. A sua frente está um grande obstáculo, o rio Jordão transbordando com uma grande enchente. Ele deve ter pensado: “Como eu vou fazer para resolver este problema? Se pelo menos Moisés estivesse aqui, seria mais fácil”.

 

É onde DEUS entra e diz “Moisés está morto”, ou seja, não adianta mais pensar nele, agora é você e eu. É você quem tem que conduzir este povo. Se você confiar em mim, eu te ajudarei “como fui com Moisés, serei contigo; não te deixarei nem te desampararei”. (Josué 01:05)

 

Ele só precisava ser esforçado porque DEUS não ajuda a quem não trabalha. Ele precisava também ter bom ânimo, ou seja, mesmo diante das piores situações, ele teria que acreditar na vitória, “Tão somente esforça-te e tem bom ânimo para teres o cuidado de fazer conforme toda palavra que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies nem para direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares”. (Josué 01:07)

 

Percebemos que de Moisés ele só precisava levar os ensinamentos, os exemplos de fé e a coragem e assim, o SENHOR DEUS o ajudaria a conquistar todas as promessas.

 

Você pode estar perguntando “mas por que esta palavra”?

 

Porque estamos começando um novo ano e muitas pessoas vão ficar pensando no ano que passou. Mas como DEUS disse para Josué “Moisés é morto” Ele diz para você: “Esqueça os traumas que você possa ter sofrido no ano passado. O ano já acabou. O que foi, foi! O que não foi, não será”. Vamos viver o novo ano na fé em JESUS, confiante que como o SENHOR foi com Josué Ele é conosco também.

 

Coloque o SENHOR JESUS como centro da tua vida e Ele vai te ajudar a realizar todos os teus sonhos neste novo ano. Afinal como dizem “quem vive de passado é museu”. Á você, a palavra de DEUS diz: “assim que, se alguém está em CRISTO, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo” (II Coríntios 05:17). Tome posse desta palavra!

__._,_.___
Atividade nos últimos dias:
x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x

Nossos Emails

Aconselhamento: aconselhamento@evangelizacaopessoal.com

Evangelismo e Discipulado: discipulado@evangelizacaopessoal.com

Pedidos de Oração: intercessao@evangelizacaopessoal.com

Propietária do grupo: tthatthy@evangelizacaopessoal.com

Sair do Grupo: evangelizacaopessoal-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

Nosso Site: www.evangelizacaopessoal.com

x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x

Conheça agora belas mulheres que buscam homens como você!

Veja os imóveis mais procurados em São Paulo no Yahoo! Imóveis

Vagas de EMPREGO em Todo Brasil. Anúncie seu Cv e Ganhe 7 dias GRÁTIS!
.

__,_._,___

{ Evangeliza=?ISO-8859-1?Q?=E7=E3?=o Pessoal } A Oração Eficaz e Inteligente

comente
 

"O que vou fazer, então? Vou orar com o meu espírito, mas também vou orar com a minha inteligência; vou cantar com o meu espírito, mas também vou cantar com a minha inteligência." 1 Co 14:15

Muitas cristãos muitas vezes reclamam que suas orações não são respondidas, e muitas vezes não nos damos conta de que estamos orando da forma errada. Entendi isso quando li na carta do apóstolo Paulo aos Corintios , que , devemos orar com o nosso espírito , ou seja , de coração , em espírito e em verdade, mas também devemos orar com a nossa inteligência. Comecei a tentar orar com inteligência, mas o Espírito Santo me guiou e fez meus olhos sautarem para esse trecho abaixo extraído do Livro BOM DIA ESPÍRITO SANTO , do autor BENNY HINN (pag. 102 a 104).

O primeiro é a confissão.

Se quer que fogo do Céu caia, comece confessando quem é Deus.Comece reconhecendo quem Deus é. Abraão o chamou de "o Senhor, o Deus altíssimo, o que possui os céus e a terra "
(Gen. 14:22). Comece por declarar o poder do Todo poderoso. Elias começou sua oração no Monte Carmelo com as palavras: Senhor, Deus de Abrão, de Izaque e de Israel" (1 Rs 18:36).

O nível seguinte da oração é a súplica.

Simplesmente "apresente seu pedido ao Senhor". Este passo é infelizmente aquele que as pessoas costumam passar tempo demais. Toda a sua vida de oração parece concentrar-se em necessidades e desejos. É claro que os seus problemas pessoais são dignos de atenção de Deus, mas depois de falar deles, não está na hora do "Amém". O melhor ainda está por vir.

O terceiro passo é a adoração.


Esse deve ser um período de absoluta beleza e culto. Amá-Lo. Adorá-Lo. Ele pode começar com as palavras "Jesus, eu Te amo". Repentinamente, você sente a presença do Espírito Santo e horas mais tarde olha no relógio e não acredita que o tempo passou tão depressa.

Quarto, há um tempo de intimidade.

Ele é quase cheio demais de amor, de sagrado, de beleza, para ser descrito. Houve ocasiões em que, envolvido na oração, senti como se o Senhor estivesse comigo acariciando a minha testa. Era como se o Senhor estivesse dizento, _ Obrigado, estou contente por me achar na sua companhia.
Lembre-se, o Espírito Santo jamais irá forçar a Sua presença sobre você.Ele não faz exigências quanto a sua vida de oração. Mas se você disser, _ Ajuda-me a orar_ Ele está pronto para responder.A intimidade não é um ponto para começar. Nem é possível passar por cima dos primeiros passas para chegar a este.

O quinto nível da oração é a intercessão.

Jesus disse que o Espírito nos revelaria coisas. Quando você convida o Espírito para ajudá-lo a orar, Ele não focaliza suas necessidades e desejos egoístas. Nada disso! O foco é externo. Mas não pense que esse é um período de alegria e adoração.
Quero advertir a você. É impossível chegar ao ponto de intercessão num picar de olhos. Ela não vem instantaneamente, por ser associação com Deus que requer um relacionamento profundo e intensamente pessoal. O Espírito Santo guia a sua vida de oração passo a passo.Isso não aconteceu comigo no primeiro dia , no segundo ou no terceiro.Levou pelo menos seis meses para que eu entrasse nas profundezas da oração. A Escritura nos ensina que se fomos fiéis nas pequenas coisas, Deus nos dará mais. É isso que Ele faz. Ele é o Pai perfeito. O mestre perfeito.

O sexto passo na oração é o agradecimento.

Paulo escreveu: "Graças a Deus que nos dará a vitória por intermédio do nosso Senhor Jesus Cristo" (1 Co 15:57)
Por último, o sétimo passo na oração é o louvor. Algumas vezes eu canto. Outra falos em linguagem espiritual. Mas do fundo do meu ser minha atitude é de louvor total. É a forma mais pura de louvor que experimentei."

Texto extraído do Livro BOM DIA ESPÍRITO SANTO , do autor BENNY HINN.

__._,_.___
Atividade nos últimos dias:
x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x

Nossos Emails

Aconselhamento: aconselhamento@evangelizacaopessoal.com

Evangelismo e Discipulado: discipulado@evangelizacaopessoal.com

Pedidos de Oração: intercessao@evangelizacaopessoal.com

Propietária do grupo: tthatthy@evangelizacaopessoal.com

Sair do Grupo: evangelizacaopessoal-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

Nosso Site: www.evangelizacaopessoal.com

x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x

Apartamentos de 2 dormitórios a partir de R$ 65 mil

Divirta-se e conheça mulheres lindas e solteiras agora.

Maior Classificado de Empregos na Internet. Teste por 7 dias GRÁTIS!
.

__,_._,___

{ Evangeliza=?ISO-8859-1?Q?=E7=E3?=o Pessoal } Salvação pelas obras - uma doutrina criminosa

comente
 

A idéia da salvação pela obras é uma doutrina persistente. Não importa o quanto se é refutada; ela continua a insistir no mesmo ponto. Tem mais vidas do que o gato. O Apóstolo Paulo lançou ataque após ataque contra ela, mas nunca pôde expulsá-la da mente dos homens. Para ele, era outro evangelho. Apesar de todas as armas usadas contra esta doutrina, ainda continua a ser popular.

A salvação pelas obras é uma doutrina plausível. Ao pensador superficial, parece mais razoável. De fato, o oposto parece perigoso. É um princípio para muitos de que o homem bom vai para o céu e o ruim, para o inferno.

A salvação pelas obras é natural à humanidade caída. É a própria essência de todas as religiões falsas. É a doutrina de cada religião não cristã, tanto quanto de muitos que usam o nome de Cristo. Vá onde for, a religião natural do homem caído é a salvação por méritos próprios. C. H. Spurgeon disse bem: “Todo homem nasce herege neste ponto”. Crê-se nisto até que Deus lhe abra os olhos à verdade. Também C. H. Spurgeon disse: “A auto-salvação, ou pelo valor pessoal, ou pelo arrependimento, ou por resolução própria, é a esperança inerente da natureza humana, e é muito difícil de ser extirpada”.

A salvação pelas obras é o resultado da ignorância. Os homens são ignorantes da lei de Deus e de si mesmos. De outro modo não acreditariam em tal doutrina. Romanos 10:1-4: “Irmãos, o bom desejo do meu coração e a oração a Deus por Israel é para a sua salvação. Porque lhe dou testemunho de que tem zelo de Deus, mas não com entendimento. Porquanto, não conhecendo a justiça de Deus, e procurando estabelecer a sua própria justiça, não se sujeitaram à justiça de Deus. Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê”.

A salvação pelas obras é uma doutrina criminosa. Paulo acusa o homem que a defende de dois crimes. Ela aniquila a graça de Deus e faz com que Cristo tenha morrido em vão.

1. Ela aniquila a graça de Deus. A palavra “aniquilar” significa tornar vazia ou inútil. É claro que se um homem é salvo pelas obras ele não precisa da graça de Deus. A graça é para quem quebra a lei e não para quem a cumpre. É coisa supérflua se puder provar o mérito. Quem puder ir a um tribunal com um caso, sem dúvida a seu favor, sabendo que é inocente, não vai pedir misericórdia, mas justiça. “Quero justiça”, ele diz. “Quero meus direitos”, ele exige. Só quando se sente culpado é que implora por misericórdia. Nenhum advogado que acredita na inocência de seu cliente e pode prová-la, pede-lhe que fique à mercê da corte. Justiça é tudo o que um inocente precisa; é o pecador que precisa de misericórdia. O homem que crê na salvação pelas obras nega a necessidade de graça e misericórdia.

Há alguns que, mesmo sem negar a necessidade da graça, tornam-na secundária. Há só um grau mais baixo do mesmo crime. De acordo com esta teoria, o homem faz o melhor que pode e a graça de Deus faz o resto. Isto mistura a graça e as obras na salvação, exatamente aquilo que a Bíblia diz que não pode ser feito. Romanos 11:6: “Mas se é por graça, já não é pelas obras; de outra maneira, a graça já não é graça. Se, porém, é pelas obras, já não é mais graça; de outra maneira a obra já não é obra”. É preciso ter a salvação por inteiro, ou por merecê-la ou tendo como base o que Cristo fez por você. Baseado em quê, você a espera? Se não a merece, então deve recebê-la baseado na graça.

2. O segundo grande crime que fala contra o homem que defende a salvação pelas obras é que ela faz com que Cristo tenha morrido em vão. É muito claro. Se a salvação é o resultado do bem que faço, então a morte de Cristo não era necessária. Seu sofrimento foi inútil. Isto me deixa furioso. Fico indignado ao ouvir alguém dizer que é salvo pelas obras boas que faz.

A doutrina da salvação pelas obras é um pecado contra todos os filhos caídos de Adão. Se os homens não podem ser salvos a não ser pelas boas obras, que esperança há para o pecador? O portão da misericórdia se fecha à toda raça humana. Nega-se toda esperança de boas vindas ao pródigo que volta. O mesmo acontece em relação a todas as perspectivas do paraíso ao ladrão moribundo.

É pecado contra os santos. A única esperança deles é o sangue de Cristo. Os santos, na verdade, se esforçam para viver de modo santo, mas a esperança que têm do céu não se baseia no sucesso de fazê-lo; porque têm um alicerce melhor, que é a obediência de Cristo. “Porque, pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim pela obediência de um muitos serão feitos justos”. Romanos 5:19.

É um pecado contra os santos no céu. A doutrina da salvação pelas obras silenciaria as aleluias no céu. Lá eles estão cantando: “Àquele que nos amou, e em seu sangue nos lavou dos nossos pecados”. Apocalipse 1:5. Esta doutrina criticaria este canto e o transformaria numa canjiquinha tal como: “Não preciso dEle; não preciso dEle; sem pecar, vivi; e assim morri”.

Mas em vez disso o crente em Cristo diz: “O que Cristo fez, e só isso, é o meu apelo aprazível de fé; não tem nada a ver com o eu, nem justiça nenhuma em mim. Tuas obras, não as minhas, Ó Cristo, alegram este coração. Dizem-me que está consumado, e aos meus medos dizem: vão”.

 

http://neideestudosbiblicos.blogspot.com/

 

 

__._,_.___
Atividade nos últimos dias:
x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x

Nossos Emails

Aconselhamento: aconselhamento@evangelizacaopessoal.com

Evangelismo e Discipulado: discipulado@evangelizacaopessoal.com

Pedidos de Oração: intercessao@evangelizacaopessoal.com

Propietária do grupo: tthatthy@evangelizacaopessoal.com

Sair do Grupo: evangelizacaopessoal-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

Nosso Site: www.evangelizacaopessoal.com

x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x

Mais de 150.000 Ofertas e Lançamentos de Imóveis

Solteiras! Mulheres carentes que buscam um companheiro.

Faça uma Busca por um Novo EMPREGO Aqui! São mais de 180.000 vagas!
.

__,_._,___

[Batistas do Brasil] Semana Santa -Cronologia poética da última semana de Jesus na terra

comente
 

Cronologia poética da última semana de Jesus na terra

Israel Belo de Azevedo

http://www.seminariodosul.com.br/site/index.php?option=com_content&task=view&id=111&Itemid=63

Apresentamos os eventos relacionados aos dias finais de Jesus de Nazaré.

Cada evento é acompanhado de alguns dos textos bíblicos em que são narrados os acontecimentos e também de um poemeto alusivo ao fato.

Ano provável: 30
Mês provável: abril

DOMINGO

Jesus viaja de Betânia, a 3 km de Jerusalém
Mateus 21.1-11
Marcos 11.1-10
Lucas 19.29-44
João 12.12-19

Como um peregrino, Jesus toma a decisão:
vai a Jerusalém, para a sua lamentação.
Montado num jumento, pode escutar
crianças e mulheres em sua saudação,
que, embora não saibam, hosanam um rei
que vai morrer por causa da Lei
logo Ele que veio cumpri-la amorosamente.
O justo caminha, como um cordeiro silente ,
para morrer como um pecador impenitente.

SEGUNDA-FEIRA
Jesus protesta contra o comércio no templo em Jerusalém
Mateus 21.12-13
Marcos 11.15-18

O indignado levanta a sua voz
O indignado levanta o seu chicote
O indignado leva a sério a religião:
nascida no céu, vivida na terra
é, entre Deus e homem, sagrada relação.
O indignado expulsa do templo
quem faz dele espaço para a enganação.
O que fez permanece como um exemplo.

Jesus ensina no templo em Jerusalém
Mateus 21.28-23.29
Marcos 12.1-44
Lucas 20.9-21.4

O indignado levanta a sua voz para falar.
quando escuta os que duvidam por maldade.
Querem saber de onde vem sua autoridade,
mas pérolas aos porcos não entregará.

TERÇA-FEIRA
Jesus prediz a data de sua execução e debate com líderes religiosos
Judas é contratado para trair Jesus
Jesus é ungido em Betânia
Mateus 26.6-13
Marcos 14.3-9
João 12.2-11

Judas é contratado para trair.
Uma mulher sem nome e sem fama
se aproxima para o Mestre ungir.
Judas termina seus dias esquecido na lama;
a anônima entra na história para não mais sair.

QUARTA-FEIRA

Jesus chora, no Monte das Oliveiras, a rejeição de Jerusalém e lamenta a destruição da cidade
Lucas 19.41-44
No monte das oliveiras, onde canta e ora.
antes de alcançar do Calvário a elevação.
Jesus, que se fez homem total, chora
por Jerusalém de próxima destruição.



QUINTA-FEIRA 

18 às 23h30min


Última Ceia com os discípulos em Betânia
Mateus 26.17-29
Marcos 14.12-25
Lucas 22.7-20
João 13.1-38

Jesus convida para um jantar
os discípulos que o acompanham;
é assim que se despede dos que o amam.
Suas palavras todos vão guardar,
até hoje que sua volta estamos esperar
para a festa que a eternidade vai durar.

23h30min a Sexta-feira - 1h

Jesus no Jardim do Getsêmani
Mateus 26.36-46
Marcos 14.32-42
Lucas 22.40-46

Finda o dia, começa a vigília
dos membros da sua família
que em três anos conseguiu formar.
Pode com eles o Mestre contar?
Não, que seu sono é bem mais forte.
É sozinho que espera a morte;
é sozinho que seu suor verte.

SEXTA-FEIRA 

1h às 1h30m min
Jesus espera por sua prisão
Mateus 26.36-46
Marcos 8.32-42
Lucas 22.39-46

Quando beija, Jesus abençoa.
Quando beija, Judas atraiçoa.

1h30m min às 3h
Jesus passa pelo primeiro julgamento diante de Anás
Jesus é atacado fisicamente
Jesus passa pelo segundo julgamento diante de Caifás e da Corte do Sinédrio
Jesus sangra
Mateus 26.47-56
Marcos 8.53
Lucas 22.47-54

Começa o interrogatório que não busca a verdade.
Começa a tortura, esta forma covarde de crueldade.
Para que defesa, se estava tudo combinado?
Para que palavras, se já estava condenado?
Por que não O ouviram quando pregou na colina?
Por que não quiseram receber Seu amor que ilumina?

3h às 5h

Jesus é preso no palácio de Caifás
Mateus 26.57
João 18.24

A conspiração, que se escondia no silêncio,
torna-se agora clara na luz do palácio.

5h às 6h

Jesus passa pelo terceiro julgamento. Sai a decisão para pedir ao governo romano para matar Jesus
Mateus 27.1
Lucas 23/1
João 18.28

Diante do aterrorisado julgador
cresce o corpo do calador.
Jerusalém era cidade sem valor;
Roma não que lhe caberia melhor?

6h às 7h

Jesus passa pelo quarto julgamento diante de Pilatos que afirma não ter encontrado pecado nEle
Mateus 27.11-14
Marcos 15.2-5
Lucas 23.1-5
João 18.28-37

Pilatos é inteligente
e não vê pecado onde pecado não há.
Pilatos não é sábio
para um inocente libertar.

7h às 7h30min
Jesus passa pelo quinto julgamento diante de Herodes Antipas, filho de Herodes o Grande, que tinha jurisdição sobre a Galiléia. Jesus se recusa a responder a qualquer questão e é devolvido rapidamente a Pilatos.
Lucas 23.7-11

Para que falar, se já estava condenado?
Para que defesa, se seus juízes queriam brincar?
Joguem-no, como bola, de um para outro lado,
que seu lábio continuará plenamente fechado.

7h30min às 8h30min

Jesus passa pelo sexto julgamento. Pilatos tenta repetidamente libertar Jesus, mas os líderes judeus não aceitam. Pilatos tortura fisicamente e bate em Jesus para satisfazer os líderes judeus, mas eles exigem sua crucificação. Jesus acabou condenado.
Mateus 27.26
Marcos 15.15
Lucas 23.23-24
João 19.16

Sobre quem o sangue do inocente recairá?
Sobre aqueles que o hosanaram quando chegou?
Sobre aqueles que levaram a multidão por sua morte rogar?

8h30min às 9h

Soldados de Pilatos pegam Jesus no tribunal - Pretório - e se divertem com ele, torturando-o e colocando uma coroa de espinhos na sua cabeça
Mateus 27.27-31

Sobre quem o sangue do justo recairá?
Sobre aqueles que o fazem sangrar?
Sobre os que com espinhos o fazem coroar?

9h às 12h

Jesus é forçado a carregar sua própria cruz para a crucificação no Calvário
Mateus 27.32-34
Marcos 15.21-24
Lucas 23.26-31
João 19.16-17

Um homem a tiros vai morrer,
mas tem que levar a arma e a munição
que em minutos o liquidarão.
Um homem vai morrer enforcado,
mas tem que preparar a corda
em que seu pescoço ficará pendurado.
Um homem vai morrer crucificado;
não precisa comprar os próprios cravos,
mas tem que levar sobre o ombro sangrado
a própria cruz onde ficará dependurado.
Por que, se era justo? Por causa do meu pecado!

12h
Jesus é crucificado
Mateus 27.35-36
Marcos 25.22-24
Lucas 23.33

Quantas foram as marteladas?
Quantos foram os litros de sangue?
Quantas foram as bofetadas?
Quanto se divertiu a gangue?
Quantos foram os cravos usados?
Quantos socos foram dados?
Quantos panos foram rasgados?
Quantos insultos foram lançados?
Por que seus lábios ficaram calados?

13h

Jesus clama pelo Pai: "Deus meu, Deus meu, por que me abandonaste?"
Mateus 27.46
Marcos 15.34
João 19.28-29

A agonia chega ao fim, um batismo de fogo,
a morte anunciada.
A Voz do Pai se ouviu no batismo anterior:
"Eis o meu Filho por quem tenho muito amor".
Agora, a palavra é negada.
"Por que, meu Senhor?"

14h
Jesus declara que tudo está consumado
João 19.30a
Lucas 23.46

A sétima palavra é o sétimo selo.
O selo revela o segredo.
A palavra guarda o mistério.
Este foi o seu ministério:
combater sem medo,
amando com todo zelo.


15h

Falecimento de Jesus
Terremoto
Mateus 27.51-52
Marcos 15.37

O corpo não cai
por causa dos pregos e dos cravos
que o prendem à cruz.
Os músculos esmorecem,
os olhos se escurecem,
a vida se vai no pus.

Soldados furam o corpo de Jesus, mas não Lhe quebram as pernas
João 19.34

Os soldados não conhecem o Roteiro
que diz que seus ossos não serão quebrados,
como acontecia com todos os crucificados.
Os soldados se aproximam do madeiro
mas se contentam com o sangue que escorre
pela ponta da lança quando o Justo morre.

18h

Enterro de Jesus no túmulo de José de Arimatéia
Mateus 27.57-66
Marcos 15.42-47
Lucas 23.50-56
João 19.31-42

Viva José de Arimatéia, rico duplamente.
de bens muitos e de amplo coração,
para doar um túmulo para guardar o corpo
de Quem, vivo, não teve dinheiro para o seu,
embora Senhor dos bens e da hora,
Ele foi humilhado mais uma vez,
depositado num túmulo que não era seu.

Mulheres vêem o sepulcro
Marcos 15.47
Lucas 23.55

Em raro silêncio, as mulheres não temeram a madrugada.
Nenhuma delas temeu ser assaltada.
Nenhuma delas aceitou a morte do filho de Maria.
Nenhum delas seu corpo abandonaria.
Em raro silêncio, sem trocar uma palavra sequer,
foram ao sepulcro fazer o que lhes era mister:
cuidar do corpo dAquele que lhes ensinara viver.

SÁBADO

(Nada acontece.)

Nada acontece
porque tudo a contece.
Em algum momento fora da história,
Deus profere sua palavra de glória.
Ninguém percebe,
o Espírito a rocha recebe
com a ordem que transcende.
De testemunhas Deus não depende
quando a morte fende.

 

CRONOLOGIA DE JESUS RESSURRETO

DOMINGO
Jesus aparece a Maria Madalena
Marcos 16.2-13
João 20.11-18

Jesus não escolhe, para se dar a conhecer,
os grandes da terra, mas exalta uma pequena,
a há tanto tempo discípula Maria Madalena.
E na madrugada clara foi encontrar esta mulher.

Jesus aparece aos dois a caminho de Emaús
Marcos 16.12-13
Lucas 24.13-35

Os discípulos de Emaús como o Jacó antigo são:
diante de Jesus e sob as chamas de sua presença,
não reconhecem a razão de tamanha ardência
e precisam esperar mais para ver a ressurreição.

Jesus aparece a dez discípulos
Marcos 16.14
Lucas 24.36-43
João 20.19-25

Ele aparece ao anônimo e ao pequeno,
até encontrar o querido grupo dianteiro:
até na ressurreição, atua a lógica do Reino:
é primeiro quem é ultimo; é ultimo o primeiro.

UMA SEMANA DEPOIS DA RESSURREIÇÃO
Jesus aparece aos 11 discípulos
João 20.26-29

Diga-me, se puder,
meu querido Tomé:
você colocou mesmo o dedo
na ferida de Jesus de Nazaré
ou vai guardar isto como segredo?



DUAS SEMANAS DEPOIS DA RESSURREIÇÃO

Jesus aparece a sete discípulos no Mar da Galiléia
João 21.1-25

Ei-nos novamente e sozinhos no mar
lançando nossas redes para pescar.
Não temos mais o Mestre a nos ensinar;
mesmo na fome, não há peixes a pegar.

Ei-nos novamente com Jesus no mar
lançando nossas redes para pescar.
Agora temos o Mestre a nos ensinar.
É tanto peixe que a rede pode se rasgar.

ALGUMAS SEMANAS DEPOIS DA RESSURREIÇÃO

Jesus aparece a 500 seguidores
1Coríntios 15.6

Esperamos, reunidos, reunidos ficamos esperando.
cultuando, Ceiando, adorando, jejuando
até que nosso Mestre apareceu.
Ele veio, nossas perguntas respondeu.

40 DIAS DEPOIS DA RESSURREIÇÃO
Jesus aparece no Monte das Oliveiras e ascende aos céus
Mateus 28.16-20
Marcos 16.19-20
Lucas 24.44-53
Atos 1.4-11

Jesus vivo. Uma vida com sentido.
Jesus morto. Um itinerário todo fosco.
Vivo, Ele vem para ir ao céu, sua morada.
De nós se despede, mas nos deixa abastecido
com a missão de sua graça anunciar
e os discípulos do mundo batizar
por nós mesmos a começar.
Nossa tarefa é missionária:
construir a ponte necessária
que permite ao céu a chegada.
Tarefa difícil, mas Jesus está conosco
até nossa história terminar.

Israel Belo de Azevedo

 - formado em teologia pelo STBSB - Seminário do Sul em 1975.

Bacharel em Comunicação, especialista em História do Brasil,

mestre em Teologia e doutor em Filosofia. 

Pastor da Igreja Batista Itacuruçá, Tijuca, Rio/RJ

http://www.prazerdapalavra.com.br/ 

Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil - STBSB, Tijuca - Rio
Um lugar onde se aprende a orar, a liderar e a pesquisar.
Cursos de Teologia, Música e Pedagogia
www.seminariodosul.com.br
 

__._,_.___
Atividade nos últimos dias:
Batistas do Brasil é um grupo de membros de igrejas batistas filiadas à Convenção Batista Brasileira, mas sem vínculo oficial com a mesma.

Para ingressar neste grupo, basta enviar um e-mail em branco para:
batistasdobrasil-subscribe@yahoogrupos.com.br

"O culto é uma solenidade racional para louvar a Deus, e não um entretenimento puramente emocional para satisfação pessoal. Culto não é balada."

CANTOR CRISTÃO: Didática e proclamações bíblicas através da música.

"Apenas duas coisas são infinitas: o universo e a estupidez humana. Só tenho dúvidas quanto ao universo." (Albert Einstein)

Solte sua voz de cidadão no grupo Voz da Sociedade:  http://br.groups.yahoo.com/group/vozdasociedade
.

__,_._,___

[Batistas do Brasil] Boletim on Line - 04/04

comente
 

Desejando a todos um bom feriado, um bom final de semana e uma ótima páscoa!
Caso voce esteja em Ribeirão Preto neste domingo, venha celebrar conosco a ressurreição de Jesus; o culto terá início às 6h30 da manhã, como voce verá no boletim anexo......
 
Abraço!!
 
Pastor Genilson Vaz
.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.
PRIMEIRA IGREJA BATISTA DE RIBEIRÃO PRETO/SP



Fale com seus amigos do Messenger direto da Caixa de Entrada do Hotmail. Clique aqui

__._,_.___
Atividade nos últimos dias:
Batistas do Brasil é um grupo de membros de igrejas batistas filiadas à Convenção Batista Brasileira, mas sem vínculo oficial com a mesma.

Para ingressar neste grupo, basta enviar um e-mail em branco para:
batistasdobrasil-subscribe@yahoogrupos.com.br

"O culto é uma solenidade racional para louvar a Deus, e não um entretenimento puramente emocional para satisfação pessoal. Culto não é balada."

CANTOR CRISTÃO: Didática e proclamações bíblicas através da música.

"Apenas duas coisas são infinitas: o universo e a estupidez humana. Só tenho dúvidas quanto ao universo." (Albert Einstein)

Solte sua voz de cidadão no grupo Voz da Sociedade:  http://br.groups.yahoo.com/group/vozdasociedade
Procurando aptos? Acesse Y!Imóveis e encontre ótimas oportunidades!

Está sozinho? Encontre mulheres do jeitinho que você gosta

JAN, FEV e MARÇO são os melhores meses para conseguir um novo EMPREGO
.

__,_._,___

[Batistas do Brasil] 1. Qual o papel da Convenção Batista Brasileira?

comente
 

topo
corpo
ano 1 • n° 2
 

Os batistas brasileiros não podem se omitir do envolvimento com a
familia
Apesar de parecer óbvia, a questão que dá título a este texto habita na mente de muitos dos membros das igrejas batistas de nosso país, principalmente dos mais jovens. Com o intuito de sanar esta e outras questões envolvendo o universo da Convenção Batista Brasileira (CBB), OJB inicia hoje uma série de reportagens especiais sobre o assunto.
resolução das chagas sociais do Brasil, esta é a resolução a que logo se chega após uma conversa com a coordenadora de ação social da Convenção Batista Mineira (CBB), Rosilene Nazar.
 
 
 
 
  • foto1
    Na apresentação de seu relatório para o Conselho Geral da Convenção Batista Brasileira (CBB), o diretor executivo da Junta de Missões Mundiais, João Marcos Barreto Soares, afirmou que deseja que "Deus envie mais obreiros para a sua seara".
  • foto2
    Em mais um de seus belos e criativos artigos, o pastor Walmir Vieira destaca os elementos que distinguem os batistas de outros grupos cristãos. Leia este texto e reflita sobre algumas razões que tornam as práticas batistas melhores do que outras.
  • foto3
    Na última quinta, dia 25 de março, aconteceu na Igreja Batista do Catete o culto de comissionamento de 19 obreiros de Missões Mundiais e de 45 de Missões Nacionais.
rodape

Qual o papel da Convenção Batista Brasileira?

Escrito por Administrator
  
Qua, 31 de Março de 2010 09:44
 

Apesar de parecer óbvia, a questão que dá título a este texto habita na mente de muitos dos membros das igrejas batistas de nosso país, principalmente dos mais jovens. Com o intuito de sanar esta e outras questões envolvendo o universo da Convenção Batista Brasileira (CBB), OJB inicia hoje uma série de reportagens especiais sobre o assunto.

Para falar sobre a CBB, OJB conversou com o diretor executivo desta organização, o pastor Sócrates Oliveira de Souza, que há 7 anos tem a incumbência de viabilizar, através da CBB, a realização de ações que os batistas brasileiros consideram necessárias.

Segundo o pastor Sócrates, o primeiro ponto que deve ficar bem claro é que a CBB não é a denominação, mas é um órgão da denominação. "A denominação não é a Convenção. Na verdade, a denominação é a reunião de todas as igrejas batistas que temos no Brasil, e estas igrejas, em 1907, se reuniram e criaram uma organização chamada CBB. Ou seja, a CBB é uma organização da denominação para manter a denominação organizada no Brasil", afirma.

O diretor executivo da Convenção também deixa claro que a CBB é uma organização jurídica, de direito privado, à qual as igrejas se filiam para atenderem às suas necessidades. "Além disso, é importante salientar que a CBB representa as igrejas junto aos poderes constituídos e junto à sociedade de um modo geral", declara.

Missão da CBB

Segundo o pastor Sócrates, a missão da Convenção é atuar de forma tal que as igrejas possam realizar a sua missão como igreja local. "O grande desafio que temos como batistas brasileiros é ganhar o Brasil para Cristo. Eu diria que esta é a missão bíblica da CBB. Entretanto, a Convenção não faz isto. Porém, ela incentiva e fortalece as igrejas a fazerem isto. Ela produz materiais e produz estratégias para que as igrejas atinjam este desafio maior", afirma.

Para deixar ainda mais claro qual é a missão da Convenção, o executivo cita o termo de fundação da mesma, que foi produto da união dos esforços de missionários americanos e pastores que se inspiraram na experiência que tinham dos Estados Unidos. Este documento fala aproximadamente o seguinte: "Nós, batistas brasileiros, reunidos na cidade de São Salvador, decidimos criar uma organização que possa promover o trabalho batista, para manter a fraternidade e fazer missões no Brasil e no exterior".

Este texto evidencia que a CBB é, desde a sua gênese, uma organização que tem o papel de manter a fraternidade e promover a cooperação entre as igrejas, além de buscar promover a evangelização tanto no Brasil como em outros países do mundo.

O pastor Sócrates também afirma que outra atribuição de grande importância da Convenção é a de ser a guardiã das igrejas. "Algumas pessoas costumam dizer que a CBB é a caudatária das igrejas. É ela que guarda os princípios, os valores, os documentos e a doutrina das igrejas batistas do Brasil", explica.

Além disso, a Convenção tem importância no âmbito social e político, pois ela pode representar as igrejas perante os poderes públicos. "Por exemplo, uma igreja que vai diretamente ao Poder Judiciário pode encontrar alguma dificuldade de alcançar seu objetivo. Porém, por sua representatividade, a CBB já foi recebida por ministros de Estado, que entendem o que a Convenção representa".

Atuação da Convenção

A CBB tem uma forma própria de atuar. Ela funciona através de organizações executivas, que se dedicam a diferentes áreas. "Estamos divididos da seguinte forma: Área de Missões, Área de Educação, Área de Educação Religiosa e a Área de apoio à igreja e Ação Social. A Convenção é quem faz o trabalho, mas através, por exemplo, da Junta de Missões Nacionais da CBB", diz o entrevistado.

Na área de missões, a Convenção se organiza através de suas duas juntas, a de Missões Nacionais, que trabalha em todo o território brasileiro, e a de Missões Mundiais, que tem o mundo como seu campo.

Já a área de educação religiosa é promovida pela União dos Homens Batistas do Brasil (UHBB), pela União Feminina Missionária Batista do Brasil (UFMBB) e pela Juventude Batista Brasileira (JUMOC). Estas organizações contemplam diferentes grupos etários e de gênero, o que permite a realização de um trabalho que alcance melhores resultados.

O pastor Sócrates também destaca a existência de inúmeras organizações auxiliares, "que reúnem diáconos, que reúnem pastores, que reúnem esposas de pastores e que reúnem músicos para promoverem uma série de atividades como congressos, simpósios e a produção de materiais".

Além disso, ele afirma que a CBB tem uma área de educação religiosa, que por muito tempo foi a chamada de Junta de Educação Religiosa e Publicação (JUERP). "Hoje este trabalho é realizado através do Departamento de Educação Religiosa (DER) da Convenção. Este órgão tem a responsabilidade de produzir lições e textos e assessora as igrejas na área de Educação Religiosa, além de distribuir textos e literatura. Enfim, ele deve criar conteúdo para atender às necessidades das igrejas para ajudar a manter os princípios doutrinários das mesmas", explica. Neste momento, o Comitê de Educação Religiosa está na fase final da elaboração do Plano Diretor de Educação Religiosa, que visa substituir o antigo projeto da JUERP.

Enfim, ele afirma que é importante para a igreja o fato de a Convenção sistematizar os programas de formação teológica, os programas de educação religiosa, os programas de comunicação, os programas de ação social, os programas de mordomia, ou seja, os programas de fraternidade e cooperação, de evangelismo e missões. "Ações que muitas igrejas não podem realizar sozinhas", diz.

É importante salientar que todo este aparato está disponível para a igreja. Segundo o pastor Sócrates, isto acontece porque "a CBB é serva da igreja. Se uma igreja tem a necessidade de fazer o seu estatuto, a CBB tem o modelo adequado de acordo com o novo Código Civil".

"Caso uma igreja precise definir um padrão de doutrina, ou aferir um padrão de doutrina, a CBB tem a documentação necessária para aferir este padrão de doutrina a partir da 'Declaração Doutrinária da CBB'. É importante destacar que quando uma igreja se filia ela tem que colocar em seu estatuto que ela observa fielmente a 'Declaração Doutrinária da CBB'. Ou seja, ela vai seguir estes princípios doutrinários que norteiam os batistas brasileiros", declara.

Todo este material está disponível para a igreja local. A forma de chegar à CBB pode ser através das convenções estaduais, através das associações ou de forma direta. "Basta a igreja entrar em contato com a sede da CBB para receber estas informações", explica o executivo.

Confusão de papel

Porém, o que explica tamanha confusão das pessoas com relação ao entendimento do que é o papel da CBB? Na opinião do pastor Sócrates isto acontece porque há falta de informação sobre o assunto: "Nós, a liderança, a direção executiva da convenção, precisamos ser mais ágeis na informação. Além disso, as lideranças das igrejas locais também precisam passar estas informações para os crentes novos".

"As gerações mais antigas, que nasceram nos anos de 40 a 60, conhecem bem a estrutura, pois cresceram participando de organizações como Embaixadores do Rei e uniões de jovens e adultos. O modelo eclesiástico adotado atualmente por muitas igrejas faz com que um grande número de pessoas chegue até mesmo a desconhecer completamente o funcionamento denominacional. Há muitas pessoas que imaginam que a igreja da qual é membro funciona de forma isolada. No entanto, não é. Esta igreja é fruto de todo um trabalho. Foi organizada por outra igreja, em um trabalho de expansão do Reino de Deus. Precisamos melhorar neste processo de ensinar, de informar, tanto a Convenção na sua parte funcional como todos os líderes em suas igrejas locais. Infelizmente, há alguns líderes locais que não deixam as informações relacionadas à Convenção chegarem aos membros de sua igreja. Acho que fazem isto até como uma forma de manterem alguma forma de domínio sobre aquela congregação, sobre a sua comunidade. Estas pessoas não multiplicam as informações denominacionais, não usam a literatura que é produzida pela denominação e não divulgam O Jornal Batista. Informações como as da Assembleia e de projetos missionários não chegam às igrejas, muitas vezes por negligência de muitos líderes locais", comenta o executivo.

Estas são as razões, para o pastor Sócrates, de confusões como a percepção de que a CBB manda na igreja e de que a Convenção é a Assembléia da CBB. "Na verdade, a convenção é um órgão que serve a igreja. Já a Assembleia da Convenção é quando nos reunirmos para apreciar o que fizemos ao longo de um ano e também para projetar o que desejamos fazer como denominação nos próximos anos. Estas são confusões muito comuns".

Desafios futuros

Olhando para o futuro, o diretor executivo da CBB percebe uma série de desafios que devem ser enfrentados para a realização de um melhor trabalho. O primeiro deles é o de formar uma grande rede de informação verdadeira: "Isto é fundamental. Temos a necessidade de que cada líder, cada pastor, forme uma rede de informação, permitindo que a informação chegue a todos os cantos do Brasil. Somos maiores do que sabemos. Temos cerca de 11.800 templos espalhados pelo Brasil, um universo de membros da ordem de 1,3 milhão, mas com uma frequencia em nossas igrejas que ultrapassa 1,7 milhão de pessoas. Muitas destas pessoas não têm muitas informações. Precisamos então elaborar uma grande rede por meio da qual circule esta informação".

O segundo desafio é a manutenção da fidelidade dos princípios e valores batistas: "Precisamos ser fiéis aos nossos princípios, aos nossos valores doutrinários de liberdade de interpretação da Bíblia e da igreja local ser autônoma em relação a suas decisões eclesiásticas. As igrejas são interdependentes umas das outras. Falamos no ambiente denominacional que uma igreja depende da outra. Esta interdependência precisa ser compreendida e desenvolvida para que possamos alcançar nosso objetivo, que é de evangelização do Brasil e do mundo".

Por fim, o pastor Sócrates deixa uma instrução para qualquer pessoa que tenha qualquer tipo de dúvida sobre a CBB: "Caso você tenha qualquer dúvida, procure esta informação na própria Convenção. A CBB, enquanto organização, tem a responsabilidade de passar esta informação, o que, certamente, ajudará na realização de nossa missão".

FÁBIO AGUIAR LISBOA
Editor de OJB

Quer ler mais matérias como esta? Assine OJB? Para assinar clique aqui.

Autorizamos a reprodução deste conteúdo única e exclusivamente se a fonte for citada como Convenção Batista Brasileira e com a inclusão do link para www.batistas.com (na internet).

__._,_.___
Atividade nos últimos dias:
Batistas do Brasil é um grupo de membros de igrejas batistas filiadas à Convenção Batista Brasileira, mas sem vínculo oficial com a mesma.

Para ingressar neste grupo, basta enviar um e-mail em branco para:
batistasdobrasil-subscribe@yahoogrupos.com.br

"O culto é uma solenidade racional para louvar a Deus, e não um entretenimento puramente emocional para satisfação pessoal. Culto não é balada."

CANTOR CRISTÃO: Didática e proclamações bíblicas através da música.

"Apenas duas coisas são infinitas: o universo e a estupidez humana. Só tenho dúvidas quanto ao universo." (Albert Einstein)

Solte sua voz de cidadão no grupo Voz da Sociedade:  http://br.groups.yahoo.com/group/vozdasociedade
Procurando Um Novo EMPREGO Em 2010? Faça Já Uma Busca de Vagas Aqui!

Quer comprar ou vender imóveis? Acesse Y!Imóveis e feche seu negócio!

Solteiras! Mulheres carentes que buscam um companheiro.
.

__,_._,___