Notícias Cristãs

domingo, 31 de março de 2013 comente

Notícias Cristãs

Link to NOTÍCIAS CRISTÃS

Joelma compara gays a drogados e diz ser contra casamento homossexual

Posted: 30 Mar 2013 11:15 AM PDT

Misture uma voz potente a um bate-cabelo inconfundível: isso é Joelma, o furacão louro por trás da banda Calypso, formada há 14 anos com o marido, o guitarrista Chimbinha. Em 2013, os planos estão a toda: eles preparam um CD em espanhol, outro de música gospel, um DVD acústico e o longa 'Isso é Calypso — o Filme', com gravações em maio, no Pará e no Rio de Janeiro.
De segunda a quarta, ela diz que reserva os dias para malhar e rezar. Há quatro anos, converteu-se à religião evangélica, depois que sofreu uma estafa. "Maltratei meu organismo porque trabalhava todos os dias da semana e tive um piripaque, uma alergia crônica que quase me sufocou. Deus salvou minha vida".
Ela afirma que as roupas e atitudes sexy não destoam da fé. "Uso aquelas roupas curtas e rebolo, mas, quando falo de Deus, todo mundo entende". Indagada sobre a legião de fãs gays, sai do tom. "Tenho muitos fãs gays, mas a Bíblia diz que o casamento gay não é correto e sou contra". Acrescenta que, se tivesse um filho nessa situação, "lutaria até a morte para fazer sua conversão". "Já vi muitos se regenerarem. Conheço muitas mães que sofrem por terem filhos gays. É como um drogado tentando se recuperar".
"Não sou uma mulher sexy e morro de rir desse título. Sou um moleque. Não consigo ser daquela maneira fora do palco. Usava bermudão para dormir, mas agora comprei uns pijaminhas", conta. Casada com Chimbinha há 16 anos, Joelma conta que o a chama não se apagou: "O rala e rola melhorou bastante com o tempo. Quero ter um filho aos 45 anos. É uma promessa de Deus para mim". Chimbinha também é evangélico? "É, mas não tão maluco quanto eu".
Joelma aprovou a escolha de atriz Deborah Secco para interpretá-la no cinema. "Ela veio aqui em casa e trocamos figurinha. Ela terá que ter uma reserva de energia muito grande porque as coreografias pedem. Mas a Deborah já fez balé e sabe dançar. Quando cantou com Chimbinha, mostrou que é afinada". Sobre o filme, conta que sua única exigência foi que a produção usasse nos personagens o sotaque do Pará. "Nada na minha vida eu fiz para ganhar dinheiro. Quero que Deborah passe a verdade e nada que vise o lado mais comercial".

Época Colunas

Ex-volante diz que amigo Neymar se perdeu na vida e quer levá-lo à igreja

Posted: 30 Mar 2013 09:14 AM PDT

Neymar e Roberto Brum se conheceram, em 2009, no elenco do Santos. De família evangélica, Neymar convidava o amigo a cultos religiosos na Baixada, oravam nas concentrações e comemoravam gols com dancinhas "em louvor a Deus". Agora distante de Neymar, Brum considera que o camisa 11 da seleção brasileira se perdeu na vida, se cercando de "falsos amigos" e vivendo em um mundo de faz de conta.
Atualmente treinador do Itaboraí, time da 3ª divisão do Rio de Janeiro, Brum diz ter como missão ir a Santos para "retransmitir as palavras de Deus" a Neymar.
"O Neymar é um menino maravilhoso, humilde, mas que se perdeu. Ele foi afastado do caminho de Deus. Neymar é jovem e rico. Compreendo esse momento em que ele passa, até porque já tive a idade dele e fiz coisas iguais ou piores. Darei o seguinte recado ao Neymar: 'o vazio que está no seu coração é o espaço que Deus vai ocupar'".
Brum reforça as declarações de Pelé, que acusou Neymar de estar mais preocupado em aparecer na mídia do que com a performance em campo.
"O Neymar erra e ninguém dá bronca. Aí ele acaba achando que está certo e se distancia da verdade. Essas pessoas que estão ao lado dele têm medo de dar bronca porque podem ser vistos como chatos. Ficam com medo de perder a amizade. O que o Pelé fez foi importantíssimo. É necessário que mais pessoas falem a verdade", acrescentou Brum.
O gol de Neymar marcado no clássico contra o Palmeiras, nas semifinais do Paulistão de 2009, teve a comemoração inspirada na música evangélica Toda Sorte de Bênção, da banda Toque de Altar. O ex-jogador diz sentir falta de novas celebrações de Neymar de cunho religioso.

Neymar e Brum dançam música evangélica em gol do Santos contra o Palmeiras, em 2009
"Foi maravilhoso quando eu e Neymar comemoramos cantando o trecho: 'Para direita, para esquerda. Na minha frente e para trás. Por todo lado sou abençoado'".
Brum era tratado no grupo como o "pastor" do time e um religioso "maluco beleza", devido a personalidade extrovertida e esquisita. O evangelismo aproximou Neymar de Brum.
Na época em que defendeu o Santos, Brum participava com Neymar de cultos na igreja Peniel, em São Vicente, local frequentado pela família do atacante.
"O Neymar vivia na igreja. Agora não sei o que aconteceu com ele. Não estou mais perto dele, então não sei exatamente. O Neymar ainda vai se arrepender e voltará ao caminho do Senhor".

Neymar não se afastou da igreja, diz pastor
Pastor da Peniel, Newton Lobato, conta que Neymar encontra brechas na agenda para ir à igreja.
"Como profissional, diminuiu a frequência por questão natural dos compromissos. Depois dos 17, 18 anos, ele começou a ter um jogo atrás do outro. Ele está no momento dele, muito assediado, não tem tempo quase nem pra ele. Fico alegre quando vejo ele (sic) na igreja. Fico alegre porque sei das dificuldades e ainda assim ele vai pra igreja, fica quietinho ali e depois vai embora", afirmou Newton.

PAI DIZ QUE JOGADOR JAMAIS ABANDONA SEU LADO RELIGIOSO
O pai de Neymar afirmou que o jovem sempre teve presente a religião em sua vida e que admira que ele não tenha abandonado sua crença.
Neymar reduziu a frequência devido a agenda cheia de compromissos, mas paga continua pagando o dízimo.
"Você tem que entender como é o crente. Ele acredita em Jesus e quer sempre se manter na casa de Deus. Ele faz isso pra congregar e alimentar seu espírito. Ele sempre quer estar mais perto da palavra de Deus. Isso foi desenvolvido pela gente, isso cabia à gente levar nossos filhos. Essa coisa de crescer espiritualmente", falou o pai do atleta.

Uol Esportes

****BOLETIM CAMINHO DE LUZ*** Texto diário - para reflexão [970]

comente
no mail with banners
 
 

****BOLETIM CAMINHO DE LUZ*** Alguns estudos em vídeo....

sábado, 30 de março de 2013 comente
no mail with banners

CAÇADORES DE MITOS DOUTRINÁRIOS E TRADIÇÕES HUMANAS

 
Devemos ou não guardar o sétimo dia?

 

Nosso programa de ontem foi realmente muito bom, pois tivemos muita comunicação com os irmãos que nos assistiam... (por 1409 computadores) e pudemos responder a algumas questões no final que nos fugiram da mente ao idealizar o assunto... Agradecemos a todos que nos prestigiaram com a sua audiência, mas devemos sempre nos lembrar que para nós o importante é que a mensagem esteja sendo captada pois essa é nossa missão, quando fazemos um programa não é para engrandecer o nosso nome ou ficar conhecido, mas para ensinar a Palavra Daquele a quem sempre devemos glorificar.. Yahuh!

Aqui o link para quem não pode estar presente ontem... shalom!

 

A ESCOLA DO MINISTÉRIO DE HOJE

 

     Assunto: Isaías 7: 14 no contexto histórico

 

     As escolas que fazemos todos os sábados são realmente algo que agradecemos ao Pai nos ter dado, pois poucos têm tal privilégio, o de poder ensinar a Palavra e de mostrar verdades que o cristianismo, o judaísmo e tantos outros ismos que compõem bavel criaram para poderem distanciar a cada dia mais as pessoas de Ulhim Yahuh... Tivemos 242 computadores conectados e o estudo está lá guardado em :

 

http://www.youtube.com/watch?v=tY5z5YxxDvA&feature=c4-feed

 

Shalom e tenham um ótimo domingo...

****BOLETIM CAMINHO DE LUZ*** Links para a Escola que se inicia daqui a pouco

comente
no mail with banners
Endereços para assistir a Escola do Ministério ao VIVO
 
 
 
bom estudo
Shalom!

****BOLETIM CAMINHO DE LUZ*** Texto diário - para reflexão [969]

comente
no mail with banners
 
 

Notícias Cristãs

comente

Notícias Cristãs

Link to NOTÍCIAS CRISTÃS

Via Sacra em Jerusalém é marcada pela prisão de um cristão palestino

Posted: 30 Mar 2013 02:50 AM PDT

Placa que marca o início da Via Dolorosa, rua na cidade velha de Jerusalém, onde, de acordo com a tradição cristã, Jesus Cristo carregou sua cruz.
Lisboa – Pelo menos um palestino foi detido hoje depois de confrontos entre policiais israelenses e um grupo de cristãos palestinos na entrada do Santo Sepulcro durante a procissão da Sexta-feira Santa, em Jerusalém, informa a agência espanhola Efe.
Os incidentes aconteceram na praça que dá acesso à Basílica do Santo Sepulcro, muito próxima da nona estação da Via Sacra, quando um grupo de palestinos de uma congregação, descrita como o Patriarcado Latino de Jerusalém, aguardava para entrar no santuário.
Nesta altura, cerca de uma dezena de policiais israelitas formava um cordão de segurança para controlar a entrada na Basílica dos diferentes grupos que integravam a procissão. Segundo a agência Efe, depois de cerca de dez minutos de espera, os ânimos exaltaram-se entre os membros da congregação, o que desencadeou o confronto entre os palestinos e a polícia.
Os confrontos transformaram-se em empurrões e agressões a soco entre palestinos e agentes da autoridade israelitas, tensão que só diminuiu depois da intervenção dos líderes dos grupos religiosos palestinos, que acalmaram os ânimos e permitiram que entrassem na Basílica. Na sequência destes confrontos, a polícia israelita prendeu pelo menos uma das pessoas do grupo, constatou a Efe.
A procissão começou pouco depois do meio-dia, na parte inferior da cidade velha de Jerusalém, liderada por duas grandes cruzes de madeira de oliveira. Os milhares de peregrinos que acompanham a procissão fazem, segundo a tradição cristã, o caminho que Jesus fez até ao local da sua crucificação. Antes das festividades de comemoração da ressurreição de Cristo, no domingo de Páscoa, os fiéis de todo o mundo lembram a morte de Jesus na sexta-feira.
Na procissão estiveram grupos dos mais variados países, desde a Espanha, India, Sri Lanka ou Filipinas, que fizeram o caminho até à Basílica do Santo Sepulcro, ao mesmo tempo que milhares de policiais faziam o policiamento dentro e à volta da cidade velha.
Estes reforços foram enviados para proteger os peregrinos de eventuais manifestações de palestinos durante as orações de sexta-feira no Monte do Templo, na véspera do "Dia da Terra", disse um porta-voz da polícia à agência de notícias France Press. O "Dia da Terra" ("Youm al-Ard", em árabe) assinala a morte de seis árabes israelitas contra a expropriação de terras por Israel, a 30 de março de 1976.
Muitos judeus estavam também presentes na cidade velha de Jerusalém por ocasião da celebração do Pessach, a Páscoa judaica, que assinala a fuga dos judeus do Egito, segundo a tradição bíblica, e continuará até o início na próxima semana.
Os cristãos representavam mais de 18% da população da Terra Santa durante a criação do Estado de Israel em 1948, mas agora são menos de 2%, na sua maioria ortodoxos, que celebram a Páscoa a 5 de maio.
A Via Sacra está situada no setor oriental de Jerusalém, de maioria árabe e anexada por Israel em junho de 1967.

Lusa via EBC

****BOLETIM CAMINHO DE LUZ*** Links para o programa Caçadores de Mitos... começa em 5 minutos

sexta-feira, 29 de março de 2013 comente
no mail with banners
Caros irmãos e irmãs seguem os links para o programa de hoje. Links para assistirem em nosso site ou diretamente do Youtube...
Shalom! Bom estudo!!!
 
 
 
acessem somente após as 20 horas...
 

Notícias Cristãs

comente

Notícias Cristãs

Link to NOTÍCIAS CRISTÃS

Família fatura com fabricação de bonecos do Judas para serem "malhados" em Fortaleza

Posted: 28 Mar 2013 07:21 AM PDT

População costumar malhar o Judas em período da Semana Santa.
Família consegue renda extra de até R$ 150 por cada bonecos vendido.
Nas semanas que antecedem a Semana Santa, a calçada da Avenida Raul Barbosa, em Fortaleza, recebe visitantes diferentes.
Há mais de 20 anos, bonecos de judas ficam expostos para venda. Para chegar ao resultado que agrada tantos clientes, o feriado é de muito trabalho para a família do artesão Jean Carlos da Silva, mais conhecido como "Zé do Judas".
A técnica de fabricação dos judas virou um negócio de família e começou com o tataravô do Zé do Judas. A tradição passou para ele pelo avó e, hoje, já foi ensinada ao filho dele, Ryan Lucas da Silva, de 12 anos. A poucos dias do Sábado de Aleluia, as encomendas não param de chegar. "As ligações aumentam de quinta até sábado", diz o artesão. Os preços dos bonecos do Zé do Judas variam de R$120 a R$ 150.
A cada Páscoa, eles ganham mais estilo.O estudante Marco Túlio Ramos viaja para o interior do Ceará durante o feriado, mas antes sempre compra um boneco de judas. "Tem que ser bem arrumadinho. Tem que ter um ternozinho para queimar", diz. O segurança Jonatan Lima também é um dos admiradores da feitura e da tradição. "É um trabalho magnifíco", elogia.
Os bonecos de Judas são confeccionados dentro da casa de Zé. Os bonecos são da altura de um homem, feitos com estrutura de arame e revestidos de madeira e tecidos. O enchimento contém pregos para fazer a queima durar por até duas horas.
"Damos a credibilidade da queima", diz o artesão. Zé do Judas conta que os preços variam por causa da qualidade do vestuário. "Alguns têm um paletó mais velhinho e outros são mais arrumados", afirma.

G1

Homens invadem igreja e furtam hóstias, cálices e sacrário, no AM

Posted: 28 Mar 2013 07:11 AM PDT

Objetos sagrados foram levados da Igreja Matriz de Itapiranga, no interior.
Padre espera que suspeitos se arrependam do crime e devolvam sacrário.
Símbolos sagrados da Igreja Católica são alvos de criminosos no Amazonas. No município de Itapiranga, a 226 km de Manaus, a Igreja Matriz de Nossa Senhora de Nazaré foi arrombada por assaltantes, que levaram o sacrário e o cálice banhados a ouro, onde hóstias sagradas permaneciam guardadas após eucaristia. O crime gerou indignação dos religiosos e fiéis da cidade.
A secretária da Paróquia de Nossa Senhora de Nazaré, Ana Neuza de Souza, contou que, na quarta-feira (20), uma das portas da Igreja Matriz foi arrombada, provavelmente no período da tarde, mas a invasão somente foi percebida às 20h.
"O sacrário é feito de um material banhado a ouro. Ele custa entre R$ 1.200 e R$ 1.600. Quando foi levado, havia hóstias consagradas. Pela primeira vez aconteceu um roubo dessa natureza na nossa paróquia. Antes, levavam ventilador e outros equipamentos", revelou Ana Souza.
Para a representante, o furto dos objetos sagrados é um desrespeito a religião e ao corpo de Cristo (símbolo que as hóstias representam no catolicismo). "Nós da comunidade estamos muito triste com essa situação", comentou a representante.
A Igreja Matriz de Itapiranga está sem pároco, mas o padre Alex Batista, que atua na cidade de Silves, vem celebrando as missas na comunidade. Diante do furto, o religioso realizou atividade de reflexão com a população no último dia 24. Com a iniciativa, o sacerdote pretende fazer com que o arrombador reflita sobre o ato, se arrependa e devolva o sacrário com demais símbolos sagrados.
O padre Alex explicou que para os católicos, depois de cada celebração, existe a tradição de guardar em local seguro as reservas eucarísticas onde são colocados o corpo e sangue de Cristo.
"Esse local adequado se chama sacrário, que consideramos como o cofre da Igreja. É onde guardamos as reservas eucarísticas. Para nós a riqueza da igreja é a eucaristia, nosso alimento diário e pão que vem dos céus para nos salvar. O valor que eles representam não é em dinheiro, mas é a questão da fé. Passamos de casa em casa conscientizando as pessoas sobre a simbologia do sacrário", enfatizou o sacerdote.
Após o arrombamento, integrantes da Igreja Matriz acionaram a Polícia Civil em Itapiranga. "Não há pistas até agora de quem cometeu esse crime. A polícia daqui é muito lenta, mas que eu saiba não tomou nenhuma providência, cidade do interior é assim", reclamou a secretária da paróquia.
O G1 procurou o 38º Distrito Integrado de Polícia (DIP), que é responsável pela investigação dos crimes de Itapiranga. Policiais disseram que o crime está sendo investigado, no entanto, detalhes não poderiam ser informados.
Se as investigações em Itanpiranga não avançarem, o padre Alex Batista pretende acionar a Secretaria de Estado da Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). "Vamos com uma equipe da Igreja até Manaus para conversar com o secretário de segurança pública, não podemos deixar isso sem solução", destacou o sacerdote.

G1

‘A Bíblia’ resumida como você nunca viu é sucesso na TV

Posted: 28 Mar 2013 07:05 AM PDT

Um dos maiores sucessos de audiência da TV americana é "The Bible", no ar no History Channel. Seu poder de atração reverbera aqui e motiva um movimento no Facebook intitulado "Queremos 'The Bible' no Brasil". São dez horas de programa cobrindo do Gênesis à Ressurreição de Jesus, ou seja, muito em pouco tempo. O primeiro episódio começa já com Noé sacolejando com a bicharada em alto mar. Num breve resumo de como o líder da arca chegou até ali, mostraram Eva mordendo a fruta, mas omitiram as demais passagens entre a criação e o repovoamento da Terra liderado por Noé. Nada de circunlóquios, divagações ou delongas. Se faltam à série qualidades artísticas, sobra aceleração. O primeiro capítulo vai até os israelitas alcançando a Terra Prometida.
Depois de Noé, chegamos a Abraão (convenhamos que pular Abrãao seria demais). Ele ouve o primeiro chamado de Deus e reúne seu povo, convencido da promessa divina de que terá "tantos descendentes quanto o céu tem estrelas". Torna-se pai de Ismail, gerado por Agar, a criada. Só depois, quando Sara já tem 90 anos e Abrãao, 99, nasce Isaac. Em duas ou três cenas, o patriarca atende ao chamado de sacrificar o filho amado e passa na prova de fé. Tudo isso, mais a destruição de Sodoma e a mulher de Lot virando sal, é contado em fast forward.
"The Bible" ignora passagens imperdíveis, como a que envolve José e seus irmãos traíras, para citar só uma.
No final do capítulo, já estamos em Moisés. Ele descobriu que não é egípcio e sim judeu, e luta pela liberdade de seu povo. Irascível, o faraó, um ator canastrão daqueles que só fazem bem a uma história épica como essa, não libera a saída dos israelitas. Diferentemente do que conta a "Bíblia", o Moisés da série não gagueja (na certa foi para não atrasar o episódio tropeçando em palavras). As dez pragas também são exibidas em velocidade recorde — com exceção da morte dos primogênitos, que merece alguns minutinhos.
Num momento crítico do embate, o programa faz uma inacreditável homenagem aos filmes de kung fu e os capangas do malvado faraó agitam as espadas feito samurais. Quando finalmente os judeus seguem pelo deserto e Moisés faz o mar se abrir, vem uma apoteose de efeitos especiais. Cinco minutos depois, Moisés aparece rapidamente descendo do Monte Sinai com as tábuas da lei. Pularam também a parte do bezerro de ouro. Ao fim do capítulo, Josué já está na boca da Terra Prometida, só falta dominar Jericó (mas isso se faz, claro, em cinco minutos).
"A Bíblia" é puro entretenimento, o que não chega a ser um demérito porque a produção não caminha — pelo menos no primeiro capítulo — para longe daquilo que está escrito. A série é prejudicada, isso sim, por um elenco careteiro e por seu ritmo alucinante, que peca por não valorizar aquilo que merece ser saboreado. Ainda assim, poucas histórias são tão deliciosas quanto aquelas. Mesmo quando servidas em rápidas e rasas colheradas.

O Globo (Patrícia Kogut)